Uma aplicação para segurança pública com o Canvas Cognitivo

A identificação de armas com tecnologia de inteligência artificial pode ajudar a polícia e levar grandes benefícios à sociedade.

Atualmente a tecnologia de Deep Learning para treinar modelos e reconhecer objetos está bem avançada e através de câmeras espalhadas em pontos estratégicos pela cidade: lojas, praças e mesmo em frente a bancos, o reconhecimento de uma arma pode gerar um sinal ao policial mais próximo para ação rápida.  Dependendo da posição é possível reconhecer até o rosto do assaltante para comparar a uma base de dados e identificá-lo.

Abaixo um exemplo de como modelar este caso nos dois níveis do Canvas Cognitivo.  Primeiramente o nível preliminar com visão de negócio:

Então trabalha-se o nível mais detalhado e refinado no Canvas cognitivo propriamente dito  (Valores em reais fictícios):

Pronto, dai em diante, acordados todos em relação aos benefícios, valores, ROI e tecnologias no projeto, basta iniciá-lo e acompanhar.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: